Thursday, February 04, 2010

Adeus, mãe...

Esses dias minha vida tem sido um pesadelo, daqueles que você não consegue entender e nem quer entender.

Minha mãe foi internada dia 04 de janeiro para uma cirurgia no ombro direito. Deu uma complicação na anestesia. Eles não conseguiram intubá-la e mandaram ela de volta para casa sem ter feito a cirurgia. Depois de reclamar de dores e voltar nos médicos e ninguém resolver nada (ninguém nem pediu um exame!) e novamente mandar ela para casa, no dia 09, meu pai cansou e levou ela para outro hospital. Lá ela foi internada com empiema pulmonar (devido a intubação mal feita), ficou 2 dias tomando antibióticos e fez uma toracocentese. Foi encaminhada para a UTI em estado gravíssimo. Nesses dias todos de janeiro, eu, meu pai e minha irmã temos ido na UTI visitá-la. E eu indo e voltando de SP todas as semanas. No começo, ela estava em coma induzido. Depois começou a melhorar e foram aos poucos tirando a sedação. Chegamos a conversar com ela. Alguns dias ela estava desanimada e incrédula, outros se mostrava até alegre. Chegou a rir, mandar beijos... No dia 3o ela estava tão disposta que a gente pensou que em uma semana ela estaria livre da UTI.
Mas dia 02 de fevereiro, minha irmã me ligou dizendo que ela tinha piorado, a infecção havia se espalhado e ela estava fraca e novamente em estado gravíssimo.

Ela não aguentou. Dia 02, as 22:30 ela nos deixou.

Só estou escrevendo isso tudo para desabafar comigo mesma, pois esse é o dia mais infeliz que tive na vida. Ela é muito importante para mim. Estamos todos inconformados com a rapidez de tudo isso e com a maneira que aconteceu. É difícil demais viver sem ela.
Mãe, te amo demais. Estará sempre no meu coração, nos meus pensamentos e nas minhas orações.

2008
julho 2009
julho 2009Dez 2009
Janeiro 2010
Adeus!
Patricia

27 comments:

Cecilia Martins Scrapper said...

Oi Patri... desculpe estava tão ausente e só agoro entrei no seu blog e fiquei sabendo de tudo, te desejo muita força, que Deus te abençõe e seus familiares também dando á vcs muita força para superar esse momento. Um grande beijo. Cecilia

Si Alem said...

Nossa Patri que triste. EU já perdi meus pais e sei o qto é doloroso. Desejo que vcs encontre paz nesse momento tão triste.
Beijo

Jaqueline Köhn said...

ORAÇÃO DE SANTO AGOSTINHO

A morte não é nada.
Apenas passei ao outro mundo.
Eu sou eu. Tu és tu.
O que fomos um para o outro ainda o somos.
Dá-me o nome que sempre me deste.
Fala-me como sempre me falaste.
Não mudes o tom a um triste ou solene.
Continua rindo com aquilo que nos fazia rir juntos.
Reza, sorri, pensa em mim, reza comigo.
Que o meu nome se pronuncie em casa
como sempre se pronunciou.
Sem nenhuma ênfase, sem rosto de sombra.

A vida continua significando o que significou:
continua sendo o que era.
O cordão de união não se quebrou.
Porque eu estaria fora de teus pensamentos,
apenas porque estou fora de tua vista?
Não estou longe,
Somente estou do outro lado do caminho.
Já verás, tudo está bem.
Redescobrirás o meu coração,
e nele redescobrirás a ternura mais pura.
Seca tuas lágrimas e se me amas,
não chores mais.

Que Deus possa lhe trazer o conforto para tua alma e de toda sua família...

Jaqueline Köhn said...
This comment has been removed by the author.
Sheila said...

Pa querida, meus sentimentos para você e sua familia, o melhor nessas horas é acreditar que existe uma força maior que comanda tudo e nós não podemos entender! que Deus conforte seu coração e que ela descanse em paz! Você é uma pessoa muito querida pra mim, um abraço bem apertado

Marta said...

Patri querida, estou triste por tudo isso, nem sei que palavras dizer, sei que doi muito sim, pois também ja perdi meu pai...é duro...Que Deus conforte o seu coração e o de sua família!!! Bjs e muita força!!!!

Virgínia Vilela said...

Patrícia, apesar de não nos conhecermos, me senti tão com vontade de te escrever mensagem positiva... não sei o que é perder pessoas muito próximas e queridas, mas consigo me colocar em seu lugar... que vc se lembre que existe um mundo melhor lá do outro lado e que sua mãe está mais perto de vc que vc imagina... mil beijos e pense que Deus existe que ele pode te dar a força que vc precisa!

thati penna said...

Patri
Meus sentimentos pela perda da sua mãe. Lembro dela , na feira com você, sempre tão companheira. Que Deus ilumine a você e todos da sua familia
Beijos

Sica Sena said...

Poxa Patri...
è algo revoltante,né? Lamento muito a sua perda.
MAs, espero que vc encontre conforto, e luz e principalmente força pra continuar a sua caminhada!
Confie em Deus...
Um beijo e seu coracao!

Paola said...

Patri, nem sei o que te dizer, só que sinto muitíssimo a sua perda. Nem posso imaginar o que seja isso, ainda mais tendo acontecido de uma maneira tão sem explicação.
Tenho ainda aquela foto de todas nós no stand da feira, e sua mãe está com vc!
Rezo para que vc consiga superar isso.
Bjs Paola

Georgia Visacri said...

Patri, acabei de ver no resumo do seu blog e estou muito triste pelo que aconteceu. Sempre lembro do dia em que conheci seus pais com carinho e acima de tudo sei do amor imenso que você tem pela sua família.

Quero que saiba que vocês todos estão nos meus pensamentos, e que eu desejo de coração que possam encontrar consolo e paz nesse momento tão difícil.
Um beijo

Claudinha Antunes said...

Patri, querida
Que Deus proporcione paz e consolo aos seus corações. Vou orar por vocês, para que possam superar a dor e conectar-se à alegria de tudo que compartilharam. Um grande abraç, se precisar, meu e-mail é ccrislopes@uol.com.br

Edivânia said...

Patri, sei muito bem o que você está passando, porque tbm perdi meu pai por incompetência médica e infelizmente como a sua mãe, ele nos deixou repentinamente.
Desejo que Deus conforte você e sua família.
Beijos
Edi

crisviviani said...

Olá Patri!
Que Triste tudo isso.
Agora nos resta orar por todos vcs.
Que Deus de força para vcs continuarem seus caminhos com um olhar atento de uma Estrelinha muito especial a lhes guiar do alto.
Bjos do coração
Forças!
Cris

Adriana Esparta said...

Ai Patri, nem sei direito o que escrever... sinto muito, tenha força e pense sempre nela em bons momentos para ter boas lembranças e boas memórias. Procure seguir o que ela te ensinou que assim você sempre a sentirá ao seu lado. Eu faço isso com meu pai, ajuda... Um beijo e sempre que precisar, escreva mesmo, estamos todas aqui.

Coleen Franks said...

I signed to follow your blog. Would you follow mine? I have two: http://teaontheterrace.blogspot.com/ http://franksukraine.blogspot.com/
I like your work. Nice.

Kátia Heringer said...

Patri, força querida.
Entrei aqui pra te visitar e encontrei essa triste notícia.
Que Deus abençoe a você e a sua família...Bjs

Heloisa said...

Oi Patri.
Passei por aqui para ver seus lindos trabalhos e li seu post. Sinto muito!
Desejo de coração que Deus lhe dê força para superar esse momento tão triste!
Bjs, Helô

Dilaine de Oliveira said...

Oi, Patri!
Sempre te visito mas nunca comento... admiro teu trabalho e agora me solidarizo com a tua dor... a minha mãe tb partiu assim e revivi tudo lendo teu relato.
Que Deus conforte teu coração.
Dilaine.

Adriana Marques said...

Patri, só hj passei por aqui e li sobre sua mãe...Triste, muito triste.
Bom, vou orar a Deus por sua familia, para que Ele os ajude a suportar a dor e a saudade - que devem ser enorme!
Tudo de melhor para você, querida.
Fique na Paz de Cristo

AdrianoJS said...
This comment has been removed by the author.
AdrianoJS said...

Patri meus sentimentos...Ficamos eu e a Lú muitos tristes, mas a vida as vezes nos prega peças né?
Deus sabe de todas as coisas e cuida delas pra gente, mesmo que a gente não concorde na hora ELE sabe o que faz...muita força pra você "minha super amiga do scrap", estamos com saudades e queremos ver vc FORTE...A dor, a falta será dificil de passar, mas os momentos e tudo que aprendeu com ELA são seus e ninguém pode tirar...amamos vc!!!

Denise said...

Nesse momento só temos conforto no colo do PAI! Que você tenha Deus como seu alicerce, pois só Ele é capaz de nos confortar e nos dar paz em um momento como este.

Abraço

Karina Cinthia said...

Querida Patri, Já havia visitado seu blog outras vezes e hoje ao voltar para ficar admirando seus posts, vi esta triste notícia. Sinto muito pelo falecimento de sua mãe, que Deus os abençoe e auxilie a passar por este momento difícil. Apesar de não conhecê-la, me coloco à disposição para ajudar quando precisar. Abraços.

Dri Santos said...

Visito o blog aos pouquinhos, e só hoje estou lendo tudo isso!

O que dizer?

Apenas que sinta um abraço meu bem forte!

Que Deus a abençõe, e a toda sua família.

kaká said...

Affff Patri que pesadelo mesmo!!!! Tudo muito rápido, nem é pra entender nada mesmo, nem consigo imaginar o tamanho da sua dor e o qto isso demora pra passar e virar só saudade....Eu a conheci né??? É ela que tem a casa em Peruíbe...me desculpe ter visto só agora, mas andava ausente dos blogs, hj tirei o dia pra correr todos os que gosto...sinto muito...mãe é tudo na vida da gente...

Nina said...

Nem imagino a dor imensa que você está sentindo.Toda paz e serenidade pra você e sua família. Que Deus cubra de bençãos toda sua família.