Thursday, January 13, 2011

Um pouco do passado...

Primeiramente bom Ano para todos nós, com muita saúde e amor no coração! :)
Desculpem amigos que não respondi e-mails de boas festas, essa época do ano me deixou um pouco de baixo astral, afinal de contas foi nosso primeiro Natal e Ano Novo sem minha mãe, que era a alegria de todas as festas.
...................................................

Tem gente achando que sumi... A verdade é que tenho trabalho bastante, muitas encomendas e muitas nem tirei fotos (sorry) pois o tempo tava corrido mesmo e ainda continuo numa doidera sem fim. Não posso reclamar disso já que trabalho com o que gosto e passo horas e horas fazendo minhas encomendas.
....................................................
Agora meus pensamentos que me fizeram escrever esse primeiro post do ano...

Já faz um tempo que não faço scrap para mim, muito menos artesanal. Não tem realmente sobrado o tempo que eu queria que sobrasse e também não tenho tido paciência para tanta bagunça. Mas hoje eu estava aqui pensando com meus botões como tudo mudou tão rápido nesse mundico do scrap.

Qdo eu comecei a fazer scrap (em 2002) tinha apenas a Repeteco (lê-se Scrap Sampa para quem não é dessa época) e mais algumas poucas lojas que faziam ou traziam algo de fora. Nosso scrap era improvisado, criativo pois não tinha muito o que comprar, então a gente desenhava muito, recortava muita gravura, fazia muito híbrido e usava muito material alternativo.

Naquela época a gente tinha 3 sites de scrap especializados no Brasil. Os foruns ferviam e tínhamos momentos ótimos de conversa, troca de informações e experiências.

A gente não entendia nada sobre marca de papéis, designers e fabricantes internacionais. Comprava o que achava que ia combinar e o que a gente achava bonito. No final nada combinava e a gente acabava não usando uma porção de coisas (bom, pelo menos isso não mudou...)

O 2Peas era o maior site de inspiração para a gente. Lá aprendi a observar e entender um pouco mais sobre scrap. Eu adorava observar os scraps da Zina... Era muito fã das páginas dela... E também foi lá que comecei a prestar atenção nas marcas que eu gostava mais, em estilo, em design.

Hoje a coisa mudou. Não que não tenha gente criativa (isso sempre vai existir) mas vejo mais páginas carregadas de coisas compradas (pois agora acha-se de tudo) do que propriamente criatividade. Sim, há páginas bonitas e bem feitas, ainda mais quando se tem bastante para gastar. Mas também vê-se muita mesmice.
Algumas páginas digitais ainda enchem meus olhos, pois acho bem mais complicado fazer um scrap digital já que vai além da habilidade com a tesoura... E pelo menos para mim, ainda há um certo desafio.

Outra coisa que mudou muito foi a troca de informação que diminuiu bastante... As aulas aumentaram muito... Todo mundo quer para si, mas compartilhar são poucos. Virou business e não mais um simples hobby.

Como será que o scrap estará daqui a 10 anos?

3 comments:

Adriana Esparta said...

Olá querida amiga, feliz 2011 prá você também!!!
Olha, faz dois anos que eu entrei nessa e A D O R O!!! Já vi que tem coisa esquisita acontecendo por aí, mas deixo prá lá e sigo em frente aprendendo (você me inspira muito), é melhor ser feliz, não é?!

Julie Tucker-Wolek said...

Very heartfelt post Patri!! You know i love you! :):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):)

John Rose said...

Veru fantastic post,I am really apperciate you for sharing this great post,It,s extermelly good and very helpful for me..
Commercial Real Estate Software