Monday, August 27, 2007

Observando...

Todo mundo que me conhece sabe o quanto sou observadora... Não sou dessas que observa o que uma pessoa está vestindo, por exemplo, mas observo coisas que são interessantes e que me trazem algo de bom.

Eu tenho observado várias galerias de scrap e tenho notado muitas coisas!

O scrap deixou de ser o que era há algum tempo atrás. Deixou de ser um momento registrado, uma história, o acompanhamento do crescimento de um filho... Hoje ele é arte. O scrap é bonito, é artístico. Por um lado é legal, pois vemos tanta criatividade, que enchem nossos olhos!!! Por outro lado é ruim, pois as pessoas ficaram mais competitivas. Hoje temos mais gente competindo do que registrando momentos!! Não deixa de ter seu lado bom... Mas para quem está começando é péssimo, fica desestimulado e se acha incapaz. Vejo isso todo o momento. O pessoal que quer entrar não se sente a vontade para isso. É uma pena, pois o scrap poderia crescer muito mais se não fosse isso. Ainda mais no Brasil, que tudo é um sacrifício para tornar realidade. Quase não há produtos de qualidade desenvolvidos aqui e o preço é um escândalo! Os papéis nacionais são até mais caros que os importados. E não se fabrica mais nada por aqui?? Pois é... Tudo é tão caro que não compensa...


Vou colocando sempre minhas conclusões aqui. Espero que gostem!


7 comments:

kaká said...

muito legal!!!!

Paola said...

Patri, gostei do que vc escreveu, mas acho que tem espaço pras 2 coisas: arte e scrap tradicional. E acho que o "artsy" trouxe um pessoal novo pro scrap, mais jovem, coisa que vc via muito pouco no início. E isso só fez o mercado crescer.
O mercado tradicional ainda existe , sim, e muito! Li outro dia, que os papéis tradicionais (incluindo os de "eventos" - Natal, graduation, etc) são responsáveis por + de 80 % das vendas totais de papel. Só pra vc ver como o artsy é um mercado pequeno. O que acaba acontecendo, na minha opinião,é que o pessoal + jovem é mais familiriazado com a net, com os blogs e acaba aparecendo mais, só isso. Pq o tradicional está lá, firme e forte!
E qto ao seu post seguinte, o ME sempre existiu no scrap. Se vc for ver a data de lançamento do primeiro "Book of Me", ele é anterior à minha entrada no scrap.
É que , de novo, muitas das jovens scrappers ainda não tem família, e acaba contando a própria história. Pena que aqui não dá pra trocar muitas idéias, né?
Bjs

Dri Santos said...

Patri, gostei muito do que escreveu....

até linkei este post no meu blog.
depois passa lá pra ver.
(se tiver algum problema, me avisa que tiro, tá?)

Patabéns!
Dri

said...

Adorei Patri!!

Rosi said...

Também tinha reparado nessas tendências e adorei ver vc comentar.

LuHarada said...

Patri adoreiii.. viu muito bem observado..
bjokas

Marta said...

Muito legal seu comentário a respeito Patri, tambem tenho observado isso!!!